sábado, 14 de maio de 2016

Divindade

Compaixão, não existe mais.
O que existe é muita maldade.
Misericórdia, não existe mais.
O que existe é muita brutalidade.
Confiança, não existe mais.
O que existe é muita incredulidade.

Meu Deus, nossa essência foi transfigurada.
Transformamos nossa luz em sombra.

Contentamento, não existe mais.
O que existe é muita lamentação.
Satisfação, não existe mais.
O que existe é muito desgosto.
Entusiasmo, não existe mais.
O que existe é muito desânimo.

Meu pai, nossa natureza foi derrubada.
Destruímos nossa verdadeira alma.

Respeito, não existe mais.
O que existe é muita difamação.   
Admiração, não existe mais.
O que existe é muita indiferença.
Amizade, não existe mais.
O que existe é muita rivalidade.

Senhor, desviamos do nosso caminho.
Desencaminhamos do nosso objetivo.

Plenitude, não existe mais. 
O que existe é muita limitação.
Perfeição, não existe mais.
O que existe é muita negligência.
Divindade, não existe mais.
O que existe é muita profanidade.

Precisamos de ajuda.
Estragamos nossa existência.
E sentimos o peso da nossa renitência. 



quinta-feira, 5 de maio de 2016

Para tudo: TUDO ISSO!

Nossa cabeça está pesada.
Lamentamos a vida, reclamamos o fardo, negamos nossos problemas.
Para isso: RESIGNAÇÃO.

Nossa língua está afiada.
Falamos sem controle, transmitimos boatos, proferimos mentiras.
Para isso: SILÊNCIO.

Nossa visão está obscura.
Perdemos o brilho do olhar, cegamos nossa alma, andamos na escuridão.
Para isso: OTIMISMO.

Nosso coração está fraco.
Pulsamos o negativo, nutrimos o ódio, disparamos dificuldades.
Para isso: AMOR.

Nosso estomago está amordaçado.
Calamos nossas emoções, silenciamos nossos conflitos, omitimos desgostos.   
Para isso: DESABAFO.

Nosso ventre está preso.
Fechamos nossa mente, aprisionamos nossas asas, enclausuramos nossos sonhos.
Para isso: LIBERDADE.

Nosso órgão sexual está sem controle.
Estamos desgovernados, adulteramos nossos princípios, traímos a nós mesmos.
Para isso: AUTOCONTROLE.

Nossas pernas estão cansadas.
Esgotamos nossas forças, paralisamos nossos ânimos, cessamos o fogo.
Para isso: MOTIVAÇÃO.

Nosso cabelo está caindo.
Caímos na insatisfação, desabamos na tristeza, descemos juntos com a depressão.   
Para isso: ESPERANÇA.

Nosso fígado está irritado.
Somos impacientes, estamos agitados, vivemos desesperados.
Para isso: PACIÊNCIA.

Nosso corpo senti dor.
Torturamos nossa carne, martirizamos nossa mente, sacrificamos nossa alma.
Para isso: TUDO ISSO!